Ouvidoria-Geral da União participa do 4º Fórum Reclame Aqui

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), representado pela Ouvidoria-Geral da União (OGU), participou, nessa quinta-feira (31), em São Paulo (SP), do 4º Fórum Reclame AQUI. O evento, promovido pelo site de reclamações, busca reunir especialistas em inovação e atendimento de grandes empresas, nacionais e estrangeiras, para compartilhar experiências, métodos e práticas voltadas à melhoria do relacionamento com o consumidor.

A OGU foi o único órgão público presente no encontro. O convite foi motivado, principalmente, pelas ações inovadoras que a unidade vem desempenhando na busca de dados junto à sociedade para melhoria dos serviços públicos. No âmbito deste esforço, foi firmado, em agosto de 2016, acordo de cooperação entre a CGU e o site Reclame Aqui, para atendimento às manifestações feitas sobre o Governo Federal. No período de um ano, já foram registradas 4.294 reclamações. Destas, 98,7% foram tratadas e respondidas. O tempo médio de resposta é de 9,9 dias.

Além da parceria, o ouvidor-geral da União, Gilberto Waller Junior, abordou o lançamento, este mês, do e-OUV Municípios (sistema que permitirá que as prefeituras tenham um canal efetivo de comunicação com a sociedade), e, no final de 2017, do “Simplifique!” (formulário eletrônico para que o cidadão questione exigências burocráticas no serviço público).

Além disso, foram apresentados alguns resultados do Programa de Avaliação Cidadã de Serviços e Políticas Públicas, que busca, por meio da análise de dados sobre a percepção dos usuários, diagnosticar problemas e propor soluções à gestão. Waller destacou o projeto “Monitorando a Merenda” no qual os próprios estudantes registram a oferta e a qualidade da alimentação em suas escolas, dando subsídios à CGU para a avaliação da efetividade do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Gilberto também falou sobre a utilização, desde 2015, do chat do Facebook da CGU para recebimento de denúncias. A iniciativa foi pioneira no Poder Executivo Federal.